Harmonizando charutos e bebidas

harmonizando-charutos-e-bebidas

Harmonizando charutos e bebidas

Escolher um charuto é uma questão de tempo, local e estado de espírito. A mesma coisa pode ser levada em conta quanto escolhemos a bebida que irá acompanha – lo. As bebidas escolhidas para harmonizar com charutos normalmente são as que têm um teor alcoólico mais elevado para acompanhar a força e complexidade do charuto.

 

O Vinho do Porto e o Jerez são combinações clássicas e tradicionais e, com suas diversas classificações por safras e misturas, combinam bem com charutos, de suaves a encorpados.

Às vezes, bebidas que nem imaginamos combinar com os charutos podem surpreender, como é o caso da champagne. Em uma degustação organizada por uma revista de enogastronomia francesa e pela Moet Chandon, um grupo fez a harmonização de charutos com champagne. A primeira impressão gustativa que ficou após a troca de sabores entre o champagne e 59 o charuto foi maravilhosa – logo em seguida o sabor do charuto ficou mais presente e em evidência, graças ao champagne.

 

Para quem pretende fazer harmonizações entre charutos e bebidas, o ideal é começar com um charuto mais suave, depois ir passando gradativamente para os de sabor médio e, por fim, um encorpado. Dessa forma, fica mais fácil descobrir qual dos três combina melhor com um tipo de bebida. Para realizar essa experiência, os charutos da Menendez & Amerino, maior produtora de charutos do Brasil, são ideais. Os charutos da linha Aquarius são os mais suaves, próprios para quem está começando a fumar e não irão sobrepor os sabores da bebida. Os da linha Alonso Menendez têm um sabor mediano que contrasta com alguns tipos de bebidas. Já os da linha Dona Flor, tem um sabor mais pronunciado, que podem superar alguns tipos de bebidas com teor alcoólico mais baixo.

 

Essa preocupação inicial é importante para evitar uma futura decepção com, por exemplo, uma harmonização onde o charuto sobrepõe completamente a bebida, ou o contrário. No entanto, é sempre bom lembrar que a busca da melhor combinação é algo entre você, o charuto e a bebida. Não existe certo ou errado. Só não vale se não tentar. Bom proveito.

 

Fonte: Revista Adega.